Notícias

Como evitar estrias e varizes?

Data publicação 19/02/2018
Condições que atingem mais de quarenta milhões de brasileiros, sendo 60% deste percentual mulheres acima dos 50 anos, as varizes e estrias são indesejadas tanto do ponto de vista estético quanto de saúde, uma vez que podem ser consequências não apenas de fatores genéticos, mas também de transtornos como a obesidade, o tabagismo e o sedentarismo, podendo resultar em outras complicações.  
 
No caso das estrias, as cicatrizes são frutos do estiramento excessivo da pele, muito além de sua capacidade normal, e são muito comuns principalmente no período da gestação, onde são favorecidas pela fragilidade das fibras de colágeno e elastina, modificadas durante a gravidez. As marcas aparecem com maior frequência nos glúteos, coxas, seios e no abdome, e a hereditariedade é um dos fatores que mais contribui para seu aparecimento. 
 
Para prevenir as estrias, as principais recomendações dos especialistas são a manutenção de uma dieta balanceada para controle de peso (evitando assim o chamado “efeito sanfona”), o cuidado com a pele através de óleos e cremes hidratantes (que impedem a perda da umidade), e também o uso de sutiãs com alças e bojo reforçados, que conferem maior sustentação aos seios. 
 
Já no que diz respeito às varizes, elas são comumente causadas pela duplicação do volume de sangue, a diminuição do retorno venoso e também o aumento do calibre das veias, e a hereditariedade também é um fator determinante para desencadear a condição. Nas mulheres grávidas, as varizes podem aparecer entre o sexto e o sétimo mês, entretanto, a recomendação é que medidas preventivas sejam adotadas desde o início.
 
Fortalecer a musculatura através de exercícios leves três vezes por semana, em média, evitar roupas muito apertadas que impeçam a circulação e reduzir a quantidade de sal na alimentação, além de incluir nas refeições alimentos que ativam a circulação do sangue, como o gengibre, são algumas das ações preventivas mais recomendadas por especialistas, mas, em caso de dúvidas, consulte o seu médico!