Notícias

Como montar um cronograma capilar?

Data publicação 05/03/2018

Você sabe o que é e para que serve um cronograma capilar? Pois esta agenda de cuidados e tratamentos é uma importante aliada na hora de recuperar fios danificados e manter os cabelos saudáveis! A ideia principal é que você selecione dias para repor os compostos do cabelo através de uma rotina em três fases: hidratação, nutrição e reconstrução. Saiba mais sobre cada etapa no post de hoje! 

Antes de mais nada, é fundamental que cada fase seja executada separadamente, com uma pausa de, no mínimo, 48 horas entre elas, e, para montar um cronograma, você precisa levar em conta o estado em que seu cabelo se encontra. Em outras palavras, caso os fios estejam muito opacos e ressecados, é sinal de que precisam de hidratação; se estiverem porosos necessitam de nutrição; e, caso estejam extremamente quebradiços e elásticos, precisam de reconstrução. 

Entenda: como os cabelos são uma matéria orgânica morta composta de queratina, hidrogênio e proteínas derivadas, é preciso mantê-los nutridos para que estejam sempre bonitos e saudáveis, e a ação de agentes externos faz com que a matéria orgânica se desgaste e perca nutrientes, tornando-os fracos e danificados. 

A fase de hidratação consiste basicamente em repor a água perdida e reter a umidade das cutículas, tornando os fios mais maláveis. A nutrição, por sua vez, repõe os nutrientes / lipídios perdidos, fazendo com que os cabelos fiquem mais sedosos. Já a reconstrução age na reposição de aminoácidos e proteínas, tornando-os mais fortes e resistentes.
 
Por mais que a ordem das fases dependa diretamente do estado do cabelo, uma dica importante é não começar o ciclo pela reconstrução, pois os fios precisam estar hidratados antes desta etapa. Durante o cronograma, o uso de secadores e chapinhas não é recomendado, e cabelos extremamente danificados, crespos ou muito ressecados podem precisar de um tratamento extra de umectação com óleos vegetais.