Notícias

Inclua frutas nativas na rotina alimentar

Data publicação 09/05/2018

De acordo com uma pesquisa recente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apenas 25% dos brasileiros consomem a quantidade de frutas e verduras recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), o que representa um grande problema se pensarmos na quantidade de benefícios à saúde que estes alimentos podem oferecer.

O estudo também mostrou que, de todas as variedades existentes, apenas dez frutas correspondem a cerca de 91% do total de consumo no país, sendo laranja, banana, maçã, mamão, manga, melancia, tangerina, uva, abacaxi e açaí. E destas, apenas as duas últimas são nativas do Brasil.

Através de uma iniciativa do Ministério do Meio Ambiente, chamada “Plantas para o Futuro”, os pesquisadores revelaram ainda que mais de setenta plantas da nossa flora possuem potencial alimentício e medicinal, contudo, os produtores geralmente apostam em frutas mais populares, o que faz com que os consumidores comam sempre os mesmos tipos.

Entretanto, incluir frutas nativas na rotina alimentar proporciona a incorporação de novas fontes nutricionais à dieta. Frutos como a mangaba (muito comum no Nordeste), a cagaita (natural do Cerrado) e o camu-camu (de origem Amazônica), contém altas quantidade de vitamina C, um nutriente antioxidante e que auxilia o organismo a formar e manter o tecido conjuntivo.

Já o buriti e o tucumã, ambos comuns no Norte e Nordeste do país, e a pitanga, natural da Mata Atlântica brasileira, são ricos em vitamina A, nutriente fundamental na saúde da visão e da pele e na manutenção da função neurológica.